JJJ HOME | TRAVESSIA | TRIPULAÇÂO | BARCO | ABRAÇO À VELA | FOTOS | AGRADECIMENTOS | CONTACTO

 

ABRAÇO À VELA

Conta o comandante desta travessia que decidiu fazer esta viagem porque era uma vontade muito antiga voltar ao país onde tinha morado até à sua adolescência e recordar as coisas boas da África. Adora velejar e tinha o sonho de chegar a Angola, mais especificamente ao Mussulo. A idéia de ir a Angola de barco surgiu ao final de uma viagem a Fernando de Noronha, onde percebeu que gostaria de continuar embarcado em direção à África.

Os contactos que fizeram quando começaram a preparar a viagem foram aumentando a dimensão dela e todos os que fazem parte de alguma maneira desta viagem perceberam que poderiam ir muito além com este abraço entre países, entre amigos e até entre o passado e o presente.

No começo foi surpreendente a quantidade de mensagens que se trocaram e os contatos feitos, incluindo fotografias do antes e do agora.

Temos reservado neste site um espaço para quem quiser partilhar as suas lembranças “fotográficas” ou das outras; basta enviar o material a José Filipe Pereira Caldas (jfcaldas@infinitoingenieria.com).

Como parte deste abraço, inclui-se uma homenagem ao Dr. José Guilherme Dargent Pereira Caldas, (pai do José Guilherme e do José Filipe), que fundou a cadeira de radiologia na recém criada Faculdade de Medicina de Luanda em 1967. A idéia é dar uma aula de neuroradiologia na Universidade Agostinho Neto, em Luanda.

Também se sugeriu ao Prefeito da cidade do Rio de Janeiro que mandasse, por nosso intermédio, um “abraço” para os seus colegas das cidades a visitar: Namibe e Luanda. O Prefeito, eng° César Maia, gostou da idéia, interessante e, de imediato, providenciou, na forma de um belo livro, o “abraço” para os colegas da outra banda do Atlântico, que já deste gesto avisados, aguardam a chegada do Mussulo com interesse!


 

Notícias:

Clique neste vínculo e visite o nosso blog onde irão publicar-se as novidades da viagem. http://abracoavela.blogspot.com/

Mussulo: Abraço à vela
4